Alto Vale
Foto: Helena Marquardt

Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Fundada em 2017, a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Ibirama pode estar mais próxima de realizar seu maior sonho: conseguir uma sede própria. A entidade que atende em uma casa cedida pela prefeitura conseguiu uma parte dos valores necessários para a compra do terreno e da construção e agora segue a busca por recursos.

A intenção é adquirir um terreno no Centro da cidade, próximo a Unidade Básica de Saúde Dieter Staudinger, que custa R$ 300 mil. O primeiro incentivo veio do deputado estadual Jerry Comper que destinou para a Rede uma emenda no valor de R$ 150 mil  e se comprometeu a destinar outra emenda do mesmo valor em 2022.

Já a construção da sede em si ainda não teve o valor definido, mas a presidente da entidade, Célia Beltramini, acredita que o investimento deve chegar a R$ 1 milhão de reais. “Um engenheiro da Udesc de Ibirama está fazendo o projeto para a gente de forma gratuita e ele ainda não está pronto, mas por alto acreditamos que o custo será de aproximadamente R$ 1 milhão. Nos próximos dias teremos essa definição mais exata do valor”, esclarece.

Uma parte dessa quantia também já foi arrecadada. O deputado Laércio Schuster, do Podemos, destinou uma emenda no valor de R$ 400 mil para a construção da sede e nesse momento o valor está na conta da prefeitura de Ibirama e quando for utilizado será repassado para a RFCC de Ibirama.

“Ainda estamos em busca de recursos e todas as doações são bem vindas para que possamos finalmente realizar esse sonho de ter uma sede própria. Será um espaço pensado para atender ainda melhor nossas pacientes.  O local que estamos hoje é cedido e já está pequeno, além disso não podemos fazer nenhuma melhoria ou adaptação por ser uma casa histórica. Na nova sede teremos um espaço mais adequado para o brechó e para todos os atendimentos”, explica.

Entidade se mantém com doações e eventos

Atualmente a entidade, que conta com 27 voluntárias, não tem uma fonte de renda fixa e se mantém através de doações da comunidade e através da arrecadação feita em alguns eventos como pedágio, café anual e ação entre amigos, mas muitos dos eventos não puderam ser realizados neste ano em virtude da pandemia. Os valores são utilizados na manutenção da Rede e também em ações voltadas a prevenção do câncer.

Além de oferecer exames preventivos semanais e doação de mamografias em campanhas anuais, a RFCC também atende pacientes que já enfrentaram ou ainda lutam contra o câncer, isso através de atendimento psicológico, drenagem linfática, terapias como reiki, arte e empréstimo de perucas, entre outras iniciativas para melhorar a qualidade de vida das mulheres.