Alto Vale
Foto: Divulgação/Casan

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) divulgou nota nessa sexta-feira (18) informando que dos sistemas gerenciados pela Companhia, a situação mais grave é registrada no município de Laurentino, que ficou totalmente desabastecido devido ao deslizamento de terra que rompeu e arrastou uma adutora de 200mm de diâmetro.

A Casan informou ainda que as equipes trabalharam durante toda a noite e madrugada desta sexta-feira (18) e o conserto foi concluído por volta das 2h30min, quando o sistema foi religado. O retorno da água no entanto é gradativo.

De acordo com a Companhia as enxurradas também aumentaram consideravelmente os índices de turbidez dos mananciais, retardando o tratamento e prejudicando a distribuição de água no Sistema Integrado de Rio do Sul, afetando também os municípios de Agronômica, Aurora e Lontras.

O chefe da agência da Casan de Rio do Sul, André Zagheni, explica que no município os bairros Cobras, Navegantes, Santa Rita e Valada São Paulo estão totalmente desabastecidos porque a enxurrada arrancou aproximadamente 1,5 quilômetro de rede e o booster que pressuriza a água em parte desta região. O equipamento motobomba foi soterrado e arrastado por deslizamento. “Estamos com 70% da capacidade de tratamento na estação”. A produção de água tratada deve normalizar conforme for diminuindo o índice de turbidez da água bruta”, explica.

André ainda explica que as equipes de manutenção estão desde a madrugada de quinta-feira (17), na operação de conserto em toda a região, o que só se encerrará quando o abastecimento estiver plenamente normalizado. “Pedimos compreensão à população, especialmente dos moradores das áreas menos afetadas, economizando água ao máximo possível”, finaliza.