Alto Vale

A Festa do Colono, realizada em Lontras anualmente há mais de quatro décadas, é uma prova de que tradição não tem idade. Crianças, adultos e idosos se reuniram para confraternização que homenageia a figura do agricultor. O ponto forte da festa, o desfile de carros alegóricos que encerra as competições da Gincana das Associações Comunitárias, aconteceu na manhã de ontem (25), e contou com centenas de expectadores.

Antes do desfile, um café colonial foi servido na Praça da Amizade. Essa é uma das novidades deste ano, como explica um dos organizadores da festa, Jeferson Roberto do Aragão. “Esse café que foi oferecido aqui na Praça da
Amizade é uma forma de agradecer o agricultor por colocar o seu carro no desfile, montar seu carro alegórico, por sair da sua comunidade até aqui. Têm comunidades que ficam a 20 quilômetros daqui e os agricultores acordam cedo, vêm cedo para cá e muitas vezes sem comer antes”.

Depois do café, foi dado início ao cerimonial que abriu o desfile de tratores. Na oportunidade, autoridades parabenizaram os agricultores pela data. Dando início ao Tratoraço, a rainha e as princesas desta edição da Festa do Colono desfilaram, seguidas dos tratores conduzidos por produtores do município. Depois, foi a vez dos carros alegóricos das associações comunitárias. Os temas dos enfeites eram a agricultura familiar, a tradição campeira, os utensílios e ferramentas usadas pelo homem do campo e os animais e produtos que são fonte de sustento para quem vive da agricultura.

Para o prefeito de Lontras, Marcionei Hillesheim, as atrações evidenciam a tradição e a força que a festa adquiriu ao longo dos anos. “Nosso município é um dos que faz a Festa do Colono há mais tempo, são 47 anos de uma comemoração bem tradicional, bem antiga. E cada vez mais o pessoal participa mais e com mais criatividade, são ideias que trazem o tempo antigo para o desfile, mostrando a tradição”, disse o gestor.
Ele ainda ressaltou que a organização da festa começou no início deste ano. “Os preparativos começaram, na verdade, em janeiro deste ano. Fizemos uma reforma muito grande no galpão que recebeu a população para a feijoada. No dia 15 começou a Gincana [entre as associações comunitárias]. Sábado tivemos eventos que tiveram grande público e agradou a todos, o show com o Grupo Talagaço, depois da escolha da rainha, o primeiro Show de Talentos, e nesta terça-feira tem o desfile tradicional dos tratores e a feijoada de graça”, destacou Hillesheim.

A gincana aconteceu no Centro de Eventos Ivo Elói Mendes. Foram realizadas diversas atividades da competição entre as comunidades. Já as comemorações da Festa do Colono tiveram início no sábado passado (22), com o 2º Jeep Encontro, promovido pelo Adventure Jeep Club de Lontras.

Os veículos partiram do Centro de Eventos, passando pelo Centro da cidade em comboio e seguindo até a localidade de Lontrinha, onde os participantes se divertiram com obstáculos e velocidade na lama. No mesmo dia, aconteceu a estreia de uma novidade da Festa do Colono, o 1º Festvoo de micro leves, que aconteceu no Aeroporto Helmut Baumgarten. Já a noite de sábado foi especial para três jovens, escolhidas como rainha e princesas da edição.

Os jurados tiveram que escolher entre as oito candidatas representando suas associações. Cintia Maiara Looz, representando a Associação Comunitária de Cotias e Pomerana, foi coroada rainha e Daniele Schwambach, representando a Associação Comunitária de Lontrinha, e Maria Gabriela Laurindo, representando a Associação dos Psicultores, foram escolhidas princesas.

O concurso aconteceu no Baile do Colono, que teve como atração musical o Grupo Talagaço. Já no domingo, a Praça da Amizade recebeu o primeiro show de talentos. O evento foi destinado aos artistas lontrenses e emocionou a plateia. Segundo os organizadores a intenção é que, daqui em diante, a atração cresça e se torne regional. A Noite Artística na Praça teve como animação principal a Família Carvalho, que se apresentou até a meia-noite.

Feijoada e encerramento

Encerrando as festividades em Lontras, foi servida nesta terça-feira a tradicional feijoada gratuita. O preparo da refeição começou ainda na segunda-feira de noite e seguiu desde às 5h de ontem, para que por volta do meio-dia os festeiros pudessem saborear o prato já tradicional da comemoração. Foram 235 quilos de feijão servidos. O espaço recebeu uma ampliação para esta edição da festa, que, segundo a organização, custou mais de R$ 100 mil. Para o prefeito, esse foi um dos pontos altos da festa. “Há 47 anos essa feijoada é servida em Lontras, então sem dúvida é uma festa que é muito forte, muito tradicional no Alto Vale”, disse Hillesheim.

Durante a tarde, aconteceu o show nacional com Lourenço e Lourival, uma das duplas sertanejas mais antigas do Brasil, que foi escolhida pelos agricultores de Lontras para estrelarem na festa. “A gente colocou como opções para os agricultores uma série de artistas, dentro, claro, da nossa capacidade da Prefeitura e dos nossos apoiadores e ‘Lourenço e Lourival’ foi escolhido por eles, por representar a tradição, a raiz, a moda de viola”, disse Aragão. Por volta das 16h, a premiação dos vencedores da gincana e um baile encerraram a edição da festa.

Suellen Venturini