Alto Vale
Foto: Divulgação

 

Luana Abreu

 

A implantação de transporte coletivo em Ituporanga foi tema de uma audiência pública na noite de ontem (19). O evento, realizado na Câmara de Vereadores, foi promovido pela prefeitura através das secretarias de Planejamento e Administração. Segundo o prefeito em exercício, Gervásio Maciel (sem partido), o número de habitantes que trabalham na área urbana do município tem crescido a cada dia e se faz necessário um sistema público de transporte.

 

Ele diz que o serviço era ofertado na década de 80. Naquele tempo somente duas linhas funcionavam. Como Ituporanga é dividida em 13 bairros, e o objetivo é disponibilizar transporte para todos eles. “Nós podemos cruzar toda a cidade disponibilizando mais esse serviço para a população”, pontua.

 

O prefeito explicou também que um estudo de viabilidade foi realizado por uma das empresas interessadas em ofertar o serviço, e segundo ele, há demanda para a circulação dos ônibus. “A empresa que fez o estudo é de Rio do Sul e pela demanda que foi levantada, o valor de cada trecho deve ficar em R$ 4 reais, sem nenhuma contra partida da prefeitura, já que nós não temos condições para isso”, ressalta.

 

Outro ponto positivo destacado por Gervásio é com relação ao transporte escolar, já que em algumas linhas a prefeitura optou pela terceirização do serviço. “Se o serviço funcionar aqui, nós poderíamos rescindir o contrato com essas empresas e os alunos também usariam os ônibus circulares. Sairia mais barato para a administração a gente dar a passagem para o aluno do que manter um ônibus alugado”, destaca.

 

O Executivo enviou uma proposta à Câmara de Vereadores para que sejam cedidas concessões para empresas que tiverem interesse em explorar o serviço, pelo período de seis meses. O principal objetivo é detectar a qualidade do trabalho prestado e o público que vai utilizar o transporte e depois disso, implantar de forma definitiva os ônibus.

 

Infraestrutura

 

A implantação desse tipo de serviço exige infraestrutura rodoviária, abrigo de passageiros e até mesmo a construção de um terminal. De acordo com o prefeito em exercício, algumas estruturas que já existem hoje no município serão reaproveitas. “Nós vamos conversar com o Demutran para fazer um levantamento de quais são as necessidades estruturais para que esse serviço possa ser ofertado aqui em Ituporanga. Nós queremos facilitar a vida da nossa a população”, comenta.