Alto Vale
Foto: Divulgação

 

Jorge Matias

 

Trombudo Central deve aderir ao Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) para colocar em prática o projeto que tem como objetivo revitalizar as seis principais vias da cidade com um montante de aproximadamente R$ 2,5 milhões. O tema foi discutido na noite de terça-feira (21), no auditório da prefeitura, em audiência pública.

O Finisa é uma linha de crédito da Caixa Econômica Federal que vem sendo aderida pelos municípios da região. De acordo com um levantamento, 172 das 295 cidades do estado já adotaram ao crédito.

A comunidade local foi convidada a participar da audiência, porque segundo a prefeita Geovana Gessner, é uma forma do Executivo apresentar aos moradores o projeto e dar mais transparência trazendo esclarecimentos sobre o empréstimo e as condições. “Apresentamos todo o impacto financeiro, licitações e as ruas contempladas” completou.

Após esclarecer as dúvidas e questionamentos da população, o próximo passo para a adesão do financiamento será aprovação do projeto pela Câmara de Vereadores. Conforme o secretário de Administração e Finanças, Jeziel Balcker, se o Poder Legislativo aprovar a pauta, o projeto será encaminhado à Caixa para análise de crédito. “São etapas que nós precisamos vencer para conseguir esse dinheiro, que irá servir muito bem a população de Trombudo Central”, destaca.

Dentre as seis principais vias contempladas pelo projeto, está a rua Getúlio Vargas, com cerca de 800 metros de extensão. Segundo Balcker, essa rua foi escolhida para revitalização pela fato de fazer parte da ligação ao município Braço do Trombudo. “O tráfego entre os dois municípios é muito grande. Nesse percurso nós temos muitos comércios que movimentam a economia da cidade”, comenta.

De acordo com a prefeita Geovana Gessner, a proposta do Finisa é muito atraente, uma vez que o crédito pode ser pago em 10 anos, com dois de carência. “Nós percebemos que o financiamento deu muito certo em outros municípios, por esse motivo queremos aderir ao programa para melhorar a infraestrutura da nossa cidade”, finaliza.