Alto Vale

A Secretaria de Educação de Trombudo Central anunciou que a comprovação de vacina contra a Covid-19, será necessária na rematrícula e matrícula para 2022. A exigência foi publicada no edital, disponível no site da Prefeitura nesta semana.

A cobrança, de acordo com a secretária Marcia Salvador, será necessária para os alunos com 12 anos ou mais, já contemplados pela imunização. “Não é uma forma de obrigar os adolescentes a tomar a vacina até porque os índices de vacinação na nossa cidade são excelentes, mas queremos oferecer um espaço cada vez mais seguro”, destaca ela.

Atualmente o município imuniza os adolescentes com 12 anos completos ou mais, idade em que os alunos estão entre o ensino fundamental e ensino médio. Do público previsto pela Secretaria de Saúde, em torno de 83% desses adolescentes já tomaram a primeira dose.

O documento precisará ser entregue de acordo com o calendário definido pela Secretaria de Educação. Os alunos que já frequentam a escola podem efetuar a rematrícula desde segunda-feira, dia 1º. Neste caso haverá a atualização dos dados e preenchimento do formulário enviado aos pais ou responsáveis e devolvido até dia 12 de novembro.

Já a matrícula para os novos estudantes será no período de 16 a 24 de novembro, diretamente na secretaria da unidade escolar, conforme zoneamento, ou seja, a escola mais próxima da residência da família.

“No edital publicado no site, disponibilizamos o horário de atendimento das unidades escolares. Importante que os pais atentem para esse detalhe, porque esse é um período bem agitado para as escolas. Algumas instituições não terão atendimento como é o caso do CEI Johanne Schutte, CEI Charlote Ilse Schindler e CEI Menino Jesus. Neste caso, a matrícula será exclusiva na Secretaria de Educação das 08h às 12h e das 13h30 às 17h, de segunda a sexta”, explica a secretária Marcia.

Impactos do novo ensino médio

O edital publicado no site www.trombudocentral.sc.gov.br prevê ainda outras mudanças em decorrência do novo ensino médio. Com o aumento da carga horária e a formação técnica profissional serão necessárias aumentar a estrutura e essa medida afeta principalmente as unidades onde funcionam turmas do município e do estado.

Por falta de sala, o CEB Alberto Balduíno Barchfeld na Vila Nova, por exemplo, não ofertará o 5º ano do Ensino Fundamental em 2022. Esses alunos serão transferidos para CEB Eginolf Bell no KM 05. “Já nos reunimos com os pais e deixamos alinhado. Com o novo ensino médio que entra em vigor ano que vem, precisamos nos adaptar. A outra escola também é próxima e os alunos serão transportados pelo ônibus escolar”, explica Márcia.