Política
Foto: Divulgação

Rafaela Correa/DAV

O vereador Jorge Luiz Sardo (MDB), de Imbuia, iniciou o mandato em janeiro de 2021 e já revela que o trabalho em busca de recursos para a cidade tem dado resultados. É que o município deve receber no fim do próximo mês uma viatura e dois agentes para a Polícia Militar. As melhorias para o efetivo foram garantias pelo comando geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC).

O vereador conta que desde a campanha defendeu a busca de recursos para contribuir com a segurança da cidade e que por isso foi agendada uma audiência com o comandante geral, Dionei Tonet na PMSC. “Na semana passada fui até Florianópolis onde eu tinha uma audiência com o comando geral da Polícia Militar. Solicitei o aumento do efetivo aqui no município e ficou fixado o compromisso do comandante em direcionar pelo menos mais dois efetivos para atuação permanente em Imbuia. Nós garantimos também uma viatura nova em ação extra de indicação com o deputado Jerry. É uma ótima notícia porque é preciso lutar por mais segurança para as pessoas e dar condições para isso”, conta.

Além da luta pela segurança, Jorge reforça a necessidade de investimento em melhorias no abastecimento de energia elétrica e que por isso foram solicitadas adequações. “Pleiteamos ações junto a Celesc, envolvendo melhorias e adequações das redes de abastecimento rural, de modo que o deputado agendou uma audiência e solicitamos pessoalmente ao gerente regional da Celesc, o Manoel”, comenta.

No início do ano, uma das primeiras ações que tiveram sucesso e que foram solicitadas através do deputado Jerry junto a Secretaria de Infraestrutura foi o término do asfaltamento na SC-350, em Imbuia, na localidade de Vista Alegre. Em entrevista ao DAV, Jorge afirma que ficou feliz em saber que o pedido foi atendido e que a Ordem de Serviço para elaboração do projeto geotécnico do muro de contenção já foi assinada. “Fazia oito anos que a obra estava ali e que não havia sido terminada. A gente sempre cobrava isso dos nossos representantes e no dia 15 de janeiro o prefeito participou de uma audiência com o deputado Jerry Comper e o governador Carlos Moisés, onde foi apresentado ao governador a situação dessa rodovia e o governador prontamente atendeu ao pedido e passou para o secretário de Infraestrutura Thiago Vieira para que fosse feita uma capa asfáltica no trecho. No dia 12 de fevereiro o secretário de Infraestrutura esteve no município vendo a situação de perto. No mesmo dia já nos passou que seria assinada a ordem de serviço para elaboração do projeto e que após a conclusão do projeto que deve ficar pronto em aproximadamente três meses seria realizada a licitação para execução da obra”, explica.

Questionado sobre as expectativas para o mandato, ele diz que há boas perspectivas por ser do mesmo partido do prefeito e por ter amizade com deputados que ajudam a região. “A gente espera fazer um bom trabalho, sou da área da agricultura, a gente tem prioridades nas associações de agricultores, de fortalecer elas. Também pretendo ajudar na parte da energia trifásica, a gente quer auxiliar essas pessoas que tanto trabalham a encaminharem as redes trifásicas para que possam irrigar as suas lavouras e melhorar a produção”, avalia.

O político afirma que suas principais bandeiras para o mandato visam ajudar agricultores, sobretudo a agricultura familiar, mulheres, jovens e associações. “Sempre quis trabalhar pelo fortalecimento da agricultura familiar buscando subsídios. A ideia é garantir recursos para associações, capacitação e assistência técnica no decorrer do mandato. Quero apoiar também a criação das agroindústrias e outras alternativas de renda para os agricultores”, destaca. O emedebista também destaca a necessidade de indústrias na cidade como forma de gerar empregos e defende a criação de uma área industrial para isso.

Jorge explica ainda que o município enfrenta dificuldades em relação à água e afirma que é preciso legislar em prol da área ambiental. “Algumas formas de resolver esse problema seria adotando medidas de conservação do solo e da água, fazendo ampliação do reservatório de abastecimento público, incentivando a construção de cisternas para captação de água da chuva ou então mobilizando a sociedade para recuperação e proteção das fontes de água do município. É preciso que todos contribuam para que a gente tenha água boa para consumo”, completa.