Cidade
Foto: Rafaela Correa

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

A Área Azul, em Rio do Sul, é uma forma de possibilitar estacionamento nos principais pontos da cidade e para o vereador do município, Nilso Crespi, são necessárias algumas mudanças. Por isso, ele iniciou uma pesquisa no comércio e nas comunidades para entender melhor as necessidades de cada um e tentar implantar um tempo de 10 minutos de tolerância.

De acordo com Nilso, a pesquisa é uma forma de saber o que as pessoas pensam sobre o assunto e, dessa forma, moldar um projeto que seja bom para todos, tanto para quem cobra quanto para quem estaciona.

“Estamos em um projeto, uma consulta pública com comerciantes de Rio do Sul e moradores para verem o que eles pensam sobre esse tema. Fiz uma enquete nas redes sociais, foi positiva e agora vou passar pessoalmente com um termo de adesão para criação desse projeto”, explica.

O vereador esclarece que o objetivo é criar um projeto que implante tolerância de 10 minutos na Área Azul para que o motorista tenha liberdade de fazer algo rápido no centro da cidade sem ter que pagar por isso.

“Estamos trabalhando também no projeto de 10 minutos de tolerância da área azul. Era um projeto de campanha, muita gente pedia para colocarmos no nosso plano de governo na época e vimos a realidade disso. Hoje você chega em qualquer lugar no centro para comprar qualquer coisa e quando volta já foi notificado, em menos de 10 minutos. Essa é a nossa briga porque o pedido vem do cidadão”, comenta.

Ele ainda conta que o tempo também vai beneficiar visitantes de outros municípios, que muitas vezes pagam multa sem ter visto a notificação. “Esse tempo vai acomodar melhor os visitantes de outras cidades também, que ficam alguns minutos parados, não percebem o canhoto e quando voltam para as suas cidades levam uma multa de R$180, não só o pessoal de fora, mas os munícipes reclamam muito disso. Nosso objetivo é fazer com que a Área Azul seja algo bom tanto para quem cobra quanto para quem estaciona”, destaca.

Outra mudança que o vereador pretende incluir no projeto é a vaga para prestador de serviço. Segundo ele, atualmente os prestadores não podem estacionar por mais de duas horas no mesmo local sem ser multado. “Também estamos trabalhando por vagas para prestadores de serviço. Hoje o prestador chega, vai até o local em que precisa, fica duas horas e precisa voltar no carro, trocar de vaga, do contrário é multado. A gente vai tentar fazer algumas vagas para prestadores ou um adesivo em que não precisem trocar de vaga toda hora. Vamos fazer algo bem certo. Vamos conversar com a população de Rio do Sul de todas as áreas para que a gente faça ficar bom para todos”, afirma.

Para implantar as melhorias, o vereador busca modelos de cobrança em outras cidades. “Já temos marcado em três cidades diferentes para ver isso, vamos até Curitibanos, Balneário Camboriú e São Bento do Sul, vamos fazer três visitas para comparar e buscar ideias para Rio do Sul. Estamos trabalhando também para aumentar o prazo para virar multa, hoje é de 15 dias e estamos tentando transformar em 30 dias para não ter que pagar multa de R$180 e descontar os pontos na carteira também”, finaliza.