Alto Vale

Ontem (15) esteve em Florianópolis uma comitiva do município de Pouso Redondo para cobrar soluções na área de Segurança Pública. Além do presidente do Legislativo, Lauri Ribeiro Garcia (PSD), os vereadores Geovani Motta (PSD), Sergio Reif (PMDB), Ailto Sardo (PMDB) e outras lideranças se juntaram ao deputado Milton Hobus (PSD) em audiência com o secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba, para discutir a construção de uma nova delegacia na cidade.

De acordo com Grubba, em duas tentativas de abrir licitação para a contratação do projeto, não houve interessados, o que prejudicou o andamento do processo, mas agora será adotada outra estratégia e tudo deve ser resolvido com mais rapidez. “Mudamos o método de contratação e sem dúvida este ano o projeto avança,” destacou o secretário.

De acordo com Milton Hobus, a nova delegacia vai garantir mais segurança aos moradores e estrutura para os servidores da segurança pública. “Estamos empenhados em buscar recursos para que o projeto saia do papel em breve, a intenção é que isso ocorra ainda este ano”, disse.

O presidente da Câmara relatou que a impressão do encontro foi das melhores, e que a população de Pouso Redondo em breve terá notícias importantes para seu bem-estar. “A reunião de hoje foi muito produtiva, nós não tínhamos conhecimento do que tinha de concreto, agora sabemos como estão as coisas. Juntamente com os demais vereadores, o deputado, tomamos conhecimento e tivemos só notícias boas”, comemorou Garcia.

Além da delegacia que deve ser construída no município, a instalação de câmeras de segurança em pontos estratégicos deverá tranquilizar os cidadãos. Conforme o secretário, há disponibilidade de 10 equipamentos. Milton Hobus e os vereadores pediram para que o Estado viabilize a instalação de mais cinco equipamentos, que serão de responsabilidade do município, conforme acordo local. Apenas a instalação e sistema ficariam por conta do Estado. O pedido foi aceito, mas as cinco novas câmeras só deverão ser instaladas depois do primeiro pacote. A previsão da primeira etapa é até novembro.

Outras solicitações

Ainda na audiência, a comitiva levantou outras demandas necessárias para aperfeiçoar os serviços de segurança nos municípios da região. Milton Hobus solicitou que o Estado agilize a execução da construção da nova sede da Polícia Militar de Taió. O secretário se comprometeu em buscar junto ao Estado o recurso referente à sua contrapartida, ainda, R$ 130 mil do deputado Milton Hobus, R$ 270 mil do FunPom, e R$ 5 mil oriundos de doação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Taió complementam a verba.

Na oportunidade também foi solicitada a aquisição de um aparelho de scanner para o Instituto Geral de Perícias (IGP) de Rio do Sul, o que deverá desafogar as funções acumuladas pelo único aparelho que existe no IGP do município, que atende os 28 municípios do Alto Vale. O custo gira em torno de R$ 2 mil e deve agilizar a confecção de documentos, como o Registro Geral (RG), que segundo o presidente da Câmara de Pouso Redondo, pode demorar 60 dias.

Airton Ramos