Alto Vale
Foto: Reprodução/Facebook

Representantes de diversas Câmaras de Vereadores do Alto Vale participaram do dia 29 a 31 de agosto do 1º Seminário de Vereadores de Santa Catarina, que aconteceu em Brasília. Durante três dias, os legisladores puderam conferir diversas palestras e capacitações, além de aproveitarem a ocasião para pedir apoio aos deputados e senadores do estado ali presentes.

O vereador de Laurentino e presidente da União de Câmaras e Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi), Élcio Luiz Bonacolsi, esteve no seminário e relatou que diversos vereadores conseguiram pleitear emendas parlamentares para os seus municípios. “Foi muito interessante para o município de Laurentino e eu tenho certeza que havia vereadores de Santa Catarina inteira, e eles também fizeram esse pleitos para seus municípios”, afirma Bonacolsi.

Uma das conquistas de Laurentino foi o apoio do senador Dário Berger (PMDB), do deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB) e do deputado federal Mauro Mariani (PMDB) no projeto de pavimentação da rua Adelicio Nasato, que dá acesso ao Oratório de Nossa Senhora das Graças. “Eles nos deram a garantia de que no próximo ano eles irão liberar várias verbas para nós fazermos essa pavimentação”, conta o presidente da Ucavi.

Segundo Bonacolsi, o projeto inicial – que deve ser cadastrado nos próximos dias no Ministério do Turismo – é de aproximadamente R$ 1 milhão. O presidente da Ucavi explica que caso ele não seja aprovado, os deputados devem destinar pelo menos R$ 500 mil para dar início às obras. “Se por ventura nós tivermos a infelicidade de não conseguirmos cadastrar no Ministério do Turismo e [o valor] não for liberado, nós temos a garantia dos deputados no valor de R$ 500 mil”, declara.

Capacitações

Além de pleitear emendas parlamentares, os vereadores do Alto Vale também participaram de palestras durante o seminário. O presidente da Ucavi disse que houve uma renovação muito grande nas Câmaras, por isso as capacitações são necessárias para que eles possam apresentar um bom desempenho nos municípios. “Foram tratados vários assuntos de interesse dos vereadores, desde a reforma política até o papel do vereador”, conta.

Para Bonacolsi, o maior objetivo do evento é oferecer treinamentos aos legisladores, já que as leis mudam a todo o momento e eles devem estar atentos a isso. “Daqui a pouco o vereador está aprovando uma lei que ano passado era certa, mas esse ano já não é mais. Então, daqui a pouco lá na frente ele vai ser condenado, obrigado a pagar alguma coisa ou abandonar a vida política. Existem várias situações e o vereador precisa estar sempre sintonizado e com o seu conhecimento aperfeiçoado”, conclui o presidente da Ucavi.

Carolina Ignaczuk