Política
Foto: Divulgação

Cláudia Pletsch/DAV

Um dos maiores apelos dos vereadores do município de Dona Emma é pela vacinação dos profissionais da educação que retornaram com as aulas presenciais, é o que explica a presidente da Câmara, Eliani de Fátima Novak. Desde o dia 1º de fevereiro quando a primeira sessão aconteceu no município, os legisladores já definiram sobre as prioridades para o município e ao longo dos quatro anos a agricultura deve receber um olhar especial.

A vereadora explica que a ideia da moção de apelo pedindo pela vacinação dos professores veio de um pedido dos profissionais da educação e da preocupação com a saúde das famílias. Ela conta que a indicação deveria ser apresentada na assembleia da União de Câmaras e Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi) nessa semana, mas que a reunião foi cancelada e por isso os vereadores estudam uma forma de entregar o documento diretamente ao governador Carlos Moisés da Silva. “Agora seria a etapa dos idosos acima de 80 anos e a gente pediu para que os professores entrassem nesse grupo para serem vacinados, até porque estão trabalhando agora. Vários municípios estão se unindo para pedir esse grupo na vacinação, em média já são outros 70 municípios que fizeram essa moção de apelo e nós também estamos nos juntando e pedindo para o governador nos ajudar a incluir os professores nesse grupo”, justifica.

Assim como diversas outras cidades do Alto Vale, Dona Emma também sofre com as chuvas que atingem com força a região, e por isso um dos principais pedidos da população, de acordo com a vereadora, são relacionados a manutenção de estradas. “Muitos pedidos são feitos diretamente ao prefeito, nem abrimos indicações para que seja agilizado. Hoje no interior principalmente tem muito transporte de ração, tanto para gado quanto para suínos e um dos pedidos é com relação aos caminhões, que precisam transitar e precisam de boas estradas e até estradas mais abertas, então apelamos bastante por isso. De emergência agora vão ser arrumados os buracos por causa do transporte escolar, mas serão feitas outras melhorias”, avalia.

Além de indicações relacionadas à construção de lombadas, castrações de animais, revitalização e reforma de estradas e ruas, todas as segundas-feiras os vereadores trabalham em projetos enviados pelo Executivo, mas o olhar especial reservado pelo Legislativo é para a agricultura. “A gente vê como está defasada essa questão da agricultura na questão de maquinários, questão de material para estradas. A nossa Saúde é muito boa, claro que sempre pode melhorar, mas nosso foco será na questão da agricultura mesmo, até tivemos um grupo de vereadores que foram a Brasília, que visitaram vários gabinetes pedindo recursos, mas até agora a gente não teve nenhuma resposta concreta”, finaliza.