Cidade
Foto: Arquivo

Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Com a nova onda de casos de Covid-19, o Asilo São Vicente de Paula, em Rio do Sul, as visitas presenciais aos idosos foram suspensas. Atualmente o contato com os familiares está sendo feito através de chamadas de vídeo.

Além da suspensão de visitas, outros cuidados também estão sendo tomados para evitar infecções tanto em funcionários quanto moradores.  Segundo a administradora da instituição, Lourdes Claudino, são 65 idosos dividindo os espaços e não há nenhum caso de infecção desde 2020. Questionada sobre medidas de prevenção ela afirma que são poucas, mas eficazes.

“Apenas orientamos e fazemos o afastamento sempre que alguém apresenta sintomas de gripe ou casos de Covid-19 na família”, revela.

Recursos do imposto de renda são aplicados

Lurdes ainda comenta que o momento está sendo de aplicação dos recursos obtidos através do Imposto de Renda pago pelos contribuintes e cita alguns dos projetos em execução.

“Temos em execução os projetos com recursos do Fundo Municipal dos Direitos do Idoso, que são o ‘Vida em movimento- Se parar a Idade alcança’, que conta com um professor de Educação Física e um fisioterapeuta três vezes na semana; o projeto ‘Idosos- on line-aprender não tem idade’, que traz um professor de informática duas vezes por semana que interage com eles, auxiliando no manuseio dos celulares e dos seis computadores adquiridos para uso no projeto e outras mídias; e tem também o ‘Brechó da inclusão- Tecendo a vida em formas e cores’, uma forma de fazer com que os idosos vendam seu artesanato e participem da organização e vendas no bazar.”, explica.

Lurdes ainda destaca que a execução dos projetos é uma forma de preencher o tempo e a falta de atividades. “Todas estas atividades têm preenchido a falta de atividades antes realizadas com a presença de colégios e grupos que vinham de fora antes da pandemia e suprido a carência com ausência dos familiares”, completa.